sábado, 22 de setembro de 2012

Futebol

Aqui no Gabão o futebol também é a Paixão Nacional! Amistoso ou não, o jogo da Seleção sempre leva milhares de gaboneses ao estádio.


Inaugurado em novembro de 2011, o Stade d'Angondjé ou Stade de l'Amitie foi construído em parceria com o governo chinês para a Copa Africana de Nações, ocorrida no início deste ano.


Em um jogo classificatório para a próxima Copa Africana de Nações, fui assistir Gabão x Togo! Sinceramente, eu não conheço muitos estádios de futebol no Brasil, mas o estádio daqui chegou muito próximo da qualidade do estádio do maior e melhor time do Brasil, a Arena da Baixada! Só que ao invés do rubro-negro do meu Furacão, temos o tricolor verde-amarelo-azul! =)



O estádio fica um pouco afastado do centro da cidade, em uma área em que a cidade começa a se expandir. O acesso ainda não é muito facilitado, pois uns 4 quilômetros antes da chegada ao estádio - caso você não tenha uma credencial de acesso  -  é preciso deixar o seu carro em estacionamentos improvisados e seguir em vans que fazem o transporte até o estádio. Depois dessa aventura de esperar uma van, conseguir entrar e chegar no estádio, o desafio é encontrar o seu portão de acesso... É tudo muito bem sinalizado, mas andar de baixo do sol africano é um pouco cansativo.


Enfim, é encontrar uma sombra e admirar as faces tensas na expectativa de um gol, a alegria no "quaaaaseee" e a incrível organização desse povo! Nunca vi um estádio tão calmo, onde todos sentam nas cadeiras devidamente designadas em seus ingressos e que cuidam desse bem público como a grande jóia da nação!




Saímos no intervalo do jogo, para evitar o tumulto da saída.  Não vi nenhum papel no chão, o banheiro estava limpo e bem cuidado, não vi tumulto ou confusão em nenhum momento (nem nas vans, nem na entrada, nem nos arredores do estádio!  Com certeza irei no próximo jogo!  

terça-feira, 4 de setembro de 2012

És tu Brasil

Nas últimas semanas acompanhei de perto a movimentação da mudança de endereço de nossa embaixada. Após mais de 20 anos ocupando o primeiro andar de um modesto e antigo prédio, agora a embaixada está em uma casa, também antiga, porém em um local com maior visibilidade.




Embaixador de férias, poucos funcionários e todos homens... aí não teve jeito, entrei no meio da arrumação e foi trabalho, muito trabalho!

Foi muito prazeiroso cuidar desse pedacinho de Brasil na África. Após todo o trabalho, ver finalmente a bandeira no céu de Libreville deixou-me muito feliz!


Nossa embaixada aqui não tem nada do luxo que se imagina de uma embaixada. Nada de obras de arte, nem de quadros de artistas famosos, nem lustres do século XVIII... Ao contrário, nossos móveis já estão desgastados e tem aquele ar de prédio público anos 70. 

De qualquer forma, é aqui que 4 funcionários do Itamaraty e outros 5 funcionários locais dão seu melhor a cada dia! E mesmo os que não são brasileiros - como no caso dos funcionários locais - a milhares de quilômetros de distância, eles conseguem sentir o orgulho de trabalhar para o Brasil, mais do que muito brasileiro que eu já conheci!


Nesta semana de comemorações à Independência do Brasil, faz bem vermos o lado bom do Brasil, e são tantos! Acredite, o mundo quer ser brasileiro!

Não são raros os casos de pessoas que chegam na embaixada buscando suas raízes brasileiras, querendo se tornar efetivamente brasileiros. Os postos diplomáticos estrangeiros em Brasília estão disputadíssimos, assim como as oportunidades de trabalho na esfera privada. O sonho da maior parte dos africanos é conhecer o Brasil. Quanto a nós, brasileiros tão distantes fisicamente de nossa pátria, nos resta:
  • abrir um sorriso ao ver todo mês uma reportagem sobre o Brasil nas principais revistas do mundo, 
  • cantar alto músicas brasileiras nos Top Hits musicais, 
  • fazer lista dos clipes de cantores estrangeiros que mostram o Rio de Janeiro e Salvador,
  • querer falar com todo mundo que usa a camiseta do Brasil - MUITA GENTE, 
  • querer comprar havaianas e tudo o mais que vem do Brasil para ajudar a economia brasileira, 
  • dizer ser brasileiro tendo a certeza de um retorno animadíssimo de seu ouvinte. 
Definitivamente, morar fora do Brasil é ser ainda mais brasileiro!

Pátria Amada, Brasil!